O PODER DA MENTE

Viva positivamente!

psicologia positiva é um movimento recente dentro da ciência psicológica que visa a fazer com que os psicólogos contemporâneos adotem “uma visão mais aberta e apreciativa dos potenciais, das motivações e das capacidades humanas” Desenvolvida nos anos 90, esse ramo da psicologia se dedica a estudar as emoções positivas (felicidade, prazer), traços positivos do caráter (sabedoria, criatividade, coragem), relacionamentos positivos ( amizade, confiança, vínculos afetivos saudáveis) e os relacionamentos positivos nas instituições (escolas, empresas e comunidades).

Recentemente, as teorias de desenvolvimento humano desenvolvidas pelos psicólogos humanistas encontraram suporte na neurociência e da mecânica quântica para defenderem seus pontos de vista. São vários os experimentos nessas áreas que comprovam a eficácia do pensamento e ações saudáveis – “positivas” – na saúde física, mental e espiritual do ser humano.

Ao contrário da psicologia tradicional, que se foca no estudo e tratamento de distúrbios como adepressão, ansiedade, compulsão, fobias, pânico… esse novo campo, o da psicologia positiva, se propõe a focar mais nas forças que nas fraquezas. Busca promover as qualidades do viver ao invés de focar em reparar o que vai mal.

Uma característica central da psicologia positiva é que todas suas aplicações são empiricamente testadas.

A Psicologia Positiva não trabalha sobre os problemas das pessoas e como remediá-los, ela busca compreender a ciência e a anatomia da felicidade, das experiências positivas, do otimismo e do altruísmo, ela aponta para uma visão de que a saúde psicológica é muito mais do que a ausência de sintomas.

Para ter uma vida saudável e plena o indivíduo precisa ter momentos de satisfação, ou seja, alegria de viver o momento presente, momentos de felicidade e prazer. Ter emoções positivas.

Saber usar suas próprias forças e virtudes do caráter para seu proveito próprio e da comunidade. Isso implica em encontrar um sentido na vida. (Missão, visão e Valores).

Ter relacionamentos saudáveis, com vínculo e apoio mútuo.

Estar realmente presente no AQUI & AGORA de suas ações. Isto é obter um estado de concentração tal em uma atividade, que o faça “perder” totalmente a noção da realidade ao seu redor, metaforicamente falando. Isto é, concentrar-se de maneira que pequenos estímulos externos não desfoquem sua atenção.

Este estado psíquico é denominado flow. Desenvolvido pelo psicólogo Mihaly Csikszentmihalyi na década de 60, o conceito de flow passou a ser incorporado pela Psicologia Positiva.

De acordo com os psicólogos dessa escola positivista, quando um indivíduo atinge essa condição, ele consegue ter toda sua consciência organizada. O estado flow é uma meditação ativa que leva o indivíduo se sentir mais feliz e realizado, pois suas capacidades intelectuais tornam-se mais evoluídas e, pelo menos por determinado tempo, ele se sente único e importante para a sociedade, afastando, no processo, todos os pensamentos que possam estar causando um estado negativo.

Ao conseguir organizar toda a consciência, o indivíduo fica em harmonia com todo o seu fluxo de pensamentos e o mundo a sua volta. Por isso, encontrar essa atividade que possa levá-lo ao estado de flow é determinante para conseguir reverter um quadro negativo, que pode ser tanto de desmotivação ou uma um quadro de depressão.

A dinâmica é simples: quem é mais positivo é mais produtivo, mais agradável e agrega valor social às organizações. Também constrói laços profissionais e pessoais, além de promover a confiança dentro do grupo de trabalho.

Alguns dos principais fatores correlacionados com felicidade estudados foram:

  • Amigos íntimos e presentes; (Amorosidade)
  • Fazer atividades voluntárias para desenvolvimento de si e de outros; (Doação)
  • Estabelecer uma relação familiar de apoio e estímulo ao desenvolvimento de habilidades; (Pertencimento)
  • Relações saudáveis no ambiente de trabalho. (Harmonia)

A psicologia da saúde e outras ciências também tem demostrado há algumas décadas o interesse de mudar o foco do processo saúde-doença para o bem-estar e medidas preventivas.

Educar para a manutenção da saúde!

Ana Rita de Macedo Moura – Pedagoga e Psicóloga

 

DSC_0207DSC_0214

 

 

 

 

PSICOLOGIA POSITIVA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *